Seguidoras

"... E o enchi com o meu Espírito. Eu lhe dei inteligência, competência e habilidade para fazer todo tipo de trabalho artístico; para fazer desenhos e trabalhar em ouro, prata e bronze; lapidar e montar pedras preciosas; para entalhar madeira; e para fazer todo tipo de artesanato." Ex 31.3-5

domingo, junho 24


Viva São João!

1




O termo “festa junina” está associado a tradições de países cristãos europeus que prestam homenagem a São João no dia 24 de junho. Originalmente, o evento era uma festa pagã que comemorava a chegada do solstício de verão no Hemisfério Norte. Transportada para o Hemisfério Sul, a data foi associada ao solstício de inverno.

Com a evangelização da Europa, na Idade Média o ritual pagão foi incorporado ao calendário cristão. O 24 de junho passou a comemorar o nascimento de São João Batista. Logo, outras datas do mês foram associadas a santos populares: o dia 13 é dedicado a Santo Antônio; o dia 29, a São Pedro e São Paulo; e o dia 30 homenageia São Marçal. A mistura entre festas cristãs de santos e folguedos pagãos recriam até hoje novas práticas culturais.

Os rituais trazidos principalmente por portugueses, mas também por espanhóis, holandeses e franceses, deram origem a diversos tipos de celebrações nas diferentes regiões do país. A miscigenação étnica entre índios, africanos e europeus fez brotar no país uma série de belas expressões artísticas, como cantorias de viola e cordéis; emboladas de coco e cirandas; xote, xaxado e baião, sem falar nas quadrilhas e forrós.

Um dos grandes símbolos das festas juninas é a fogueira de São João. Segundo a tradição católica, ela surgiu na noite do nascimento do santo, quando sua mãe, Isabel, teria mandado acender uma fogueira nas montanhas da Judeia para anunciar a chegada do filho ao mundo. Outros vão dizer que o costume foi introduzido pelos primeiros cristãos, que acendiam fogueiras na festa de São João para lembrar que foi ele quem anunciou a vinda de Cristo, o símbolo da luz divina. Reza a tradição que a fogueira de São João deve ter a forma de uma pirâmide com a base arredondada.

Os versos da música O balão vai subindo, de domínio público, registram a sobrevivência desse costume nas festas juninas brasileiras: “São João, São João, acende a fogueira no meu coração”. A canção faz referência também à prática de soltar balões para sinalizar o início das festas, hoje proibida devido aos riscos de incêndio. Outra tradição associada às chamas é soltar pequenos explosivos e fogos de artifício para acordar o santo dorminhoco, como cartucho, treme-terra, rojão, buscapé, espadas de fogo, chilene, cordão, cabeção de negro, traque e cobrinha.

Os padres jesuítas trouxeram a tradição de São João para o Nordeste brasileiro, e os índios, que já adoravam dançar ao pé do fogo, aprovaram. As brasas da fogueira são um exemplo dessas tradições: assim que se apagam, devem ser guardadas. Conservam, desse modo, um poder de talismã que garante uma vida longa a quem segue o ritual. Talvez por isso algumas superstições dizem que faz mal brincar com fogo, urinar ou cuspir nas brasas ou arrumar a fogueira com os pés.

Por Nadja Carvalho.

http://www2.uol.com.br/historiaviva/reportagens/e_tempo_de_sao_joao.html

1 comentários:

Casa da Rê etc e tal... disse...

Eu adoro festa junina, sempre gostei desde criança, quando dançava caipira, ensaiava era muito legal. Agora adulta tb gosto de ir, tem umas q tem q ir fantasiada de caipira, bem divertido
bjs

Postar um comentário

░░░(¯`:´¯)░Obrigada por
░░(¯ `•.\/.•´¯)░░░⋰⋰Participar e
░(¯ `•.(۞).•´¯)░(¯`:´¯) Volte Sempre!
░░(_.•´/\`•._)(¯ `•.\/.•´¯) Siga o blog
░░░ (_.:._).░(¯ `•.(۞).•´¯) Deixe seu comentário
░░░(¯`:´¯)░░(_.•´/\`•._) Teremos o maior prazer em
░(¯ `•.\/.•´¯)░░(_.:._). responder
░(¯ `•.(۞).•´¯)░░░░ Deixe seu blog e email
░░(_.•´/\`•._)░░ Para que possamos
░░░(_.:._)░░░░░ retribuir a visita.

OBRIGADA!
Siglea Mallet - "Blogueiras Unidas" & Marcia - "LuzArtes".
**Unidas pelo Amor a Arte**
Parceria abençoada!

Obrigado por sua visita! Você já esteve aqui

"GALERIA DAS AMIGAS" Equipe:Siglea,Ivone,Graça,Claudiane e Renatha.







Senhor! Tu que és o maior dos artistas, fonte das mais belas inspirações, abençoa o meu talento e as minhas obras.Maravilhoso é o dom que me deste na louvada missão de servir-te com alegria, e de exercer o meu trabalho com amor e dedicação.Por isso, agradeço-te por permaneceres sempre comigo.Mesmo incompreendido ou diante de desafios, quero sustentar em minha vocação a energia de vencer e realizar meus projetos no imenso cenário da vida.Dá-me equilibrio entre a razão e a emoção, humildade e sabedoria para me aperfeiçoar.Inspira-me, ó Mestre, à criação do novo e do belo.Protege, também, todos os artistas em suas carreiras e gêneros.Faze com que minhas obras contribuam para a construção de teu Reino e que eu prospere, seguindo teus designios, pelos caminhos gloriosos da arte.Amém!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Visitantes Recentes

Lembre de seguir!

Corrente do Bem - Participe!